IoT leva a Chevron economizar US$ 300 mil por ano

Imagem IoT leva a Chevron economizar US$ 300 mil por ano

Tecnologia

Autor foto Virtueyes

Virtueyes

26/06/2018

Internet of Things ? ou seja, a internet das coisas -, é a tecnologia que conecta coisas como máquinas e prédios à internet. Essa solução tem sido cada vez mais utilizada por empresas para monitorar equipamentos e obter resultados mais assertivos, em tempo real.


Esse é o caso da Chevron, uma das mais tradicionais empresas do ramo petroleiro. Com capacidade de refinar quase 2 milhões de barris de óleo por dia, a empresa dos Estados Unidos emprega mais de 50 mil pessoas no mundo. No Brasil, está presente nos blocos Ceará, Papa-Terra, Maromba e Frade.


O FPSO Frade é um navio petroleiro localizado a cerca de 120 km da costa do Rio de Janeiro. Por isso, o navio é uma unidade flutuante de difícil acesso. Havia a dificuldade de perceber quais equipamentos deveriam ser inspecionados pelos engenheiros de manutenção. Para manter a segurança, inspecionavam mais equipamentos do que o necessário.


A solução em IoT


A Chevron decidiu usar a leitura e análise de dados em tempo real para sanar esse problema. A infraestrutura PI System, um produto da OSISoft, torna possível o monitoramento de 13 mil pontos de medição do navio virtualmente, através da internet. Com a tecnologia, os engenheiros são capazes de monitorar as válvulas de emergência sem que seja necessário acessar o navio.


O engenheiro de petróleo da Chevron, Carlos Britto, afirma que a empresa hoje consegue uma manutenção baseada na real necessidade dos equipamentos. ?Passamos a economizar mais de US$ 300 mil por ano em manutenção e em treinamento da equipe?, destaca.


A solução da OSISoft muda a maneira como as indústrias operam, utilizando a internet e big data ao seu favor. Essa é uma tecnologia que contribui diretamente com a Nova Economia, pois traz um avanço positivo e econômico. A Nova Economia será abordada em um curso online por Mauricio Benvenutti, autor do bestseller Incansáveis. Confira.