Google Coral é a nova plataforma para criação de hardware IoT com suporte a IA

Imagem Google Coral é a nova plataforma para criação de hardware IoT com suporte a IA

Blog VirtuEyes

Autor foto Virtueyes

Virtueyes

07/03/2019

Google é um dos nomes mais fortes no que diz respeito a um mundo cada vez mais conectado, investindo a cada dia no desenvolvimento da Internet das Coisas e como a tecnologia será prolífica para os usuários. Aproveitando esta semana que inicia março, Google apresentou ao mundo uma nova plataforma para criação de hardware inteligente com suporte a inteligência artificial no dispositivo. 


A Coral está iniciando em seu formato beta público nesta quinta-feira (7), como uma solução de ponta para desenvolvedores que criam hardware IoT desde a criação de protótipos até a produção. A Coral oferece um kit de ferramentas de IA local completo que facilita o crescimento de suas ideias, desde o protótipo até a produção. Ela inclui componentes de hardware, ferramentas de software e conteúdo que ajudam a criar, treinar e executar redes neurais localmente, no seu dispositivo.


Essencialmente, a plataforma é ideal para testes offline em que a conectividade é limitada, enquanto os dispositivos de baixo consumo de energia levam em conta os aplicativos incorporados. Também tem a vantagem de manter os dados do usuário seguros e privados no dispositivo. A Coral é alimentada por um chip Edge TPU que é projetado pelo Google com foco em inteligência artificial. Este pequeno ASIC oferece modelos de visão móvel de alta performance, com menos de 100 FPS para dispositivos de baixa potência.


Em seu lançamento, a Coral oferece cinco produtos que vão desde o desenvolvimento de novos produtos até o aprimoramento de projetos existentes e, finalmente, o dimensionamento para produção.

  • Placa Coral Dev: um computador de placa única com um sistema no módulo removível com o Edge TPU, bem como Wi-Fi,Blutooth, RAM e memória eMMC;
  • Acelerador USB: um acessório USB com o Edge TPU que traz inferência de aprendizado de máquina para sistemas existentes. Também permite fácil integração em qualquer sistema Linux (incluindo placas Raspberry Pi) através de USB 2.0 e 3.0;
  • Câmera: módulo de câmera compatível com 5 megapixels;
  • Acelerador PCI-E: dispositivo PCI-E para facilitar a integração do Edge TPU aos sistemas existentes;
  • Sytem-on-Module (SOM): um sistema totalmente integrado em um módulo conectável de 40 x 40 milímetros.


A Google Coral trabalhará com outras ferramentas de sua empresa-mãe, como a TensorFlow e TensorFlow Lite, além do Google Cloud IoT para gerenciamento de dispositivos conectados.

LEIA AS ÚLTIMAS DO BLOG